sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

A imperfeição dos dias perfeitos

Temos a mania de buscar a perfeição, mesmo sabendo que ela não existe. Queremos dias perfeitos, como aqueles em que a sorte está do nosso lado e que todas as nossas atitudes são corretas e, não satisfeito, em que todas nossas vontades são atendidas. Confesso que tenho tido mais dias perfeitos do que dias para que eu possa refletir, e digo mais, ter dias perfeitos acostuma o ser humano a essa realidade.


Acabei tendo a pifia questão que todos os dias de minha vida necessitam ser perfeitos, só pelo mísero motivo de estar vivendo alguns deles... mas a verdade é que as coisas não são tão faceis assim. Tenho procurado me fixar nos momentos felizes e perfeitos, já que dias, com suas 24 horas, são muito longos. Dormimos em média 8 horas, trabalhamos 9 horas, estudamos 3, levamos em média mais 3 horas de manobras operacionais... logo, nos sobram apenas 2 horas para que a perfeição aconteça.
é claro que, em algumas vezes ela acontece, e passamos as melhores 2 horas de nossos humildes dias, mas, e quando ela não acontece ?

Entendemos por não acontecer como algo ruim, que nos deixa para baixo e ficamos frustrados, mas não é assim. Em alguns casos, apenas essas 2 horas passam, e por passar, as vezes você não consegue perceber e com isso elas acabam sendo "normais".


Má administração de tempo ?

Mas é claro que não. Isso é a coisa mais normal que pode acontecer em nossos dias. Não conseguimos ver muita coisa em nossa vida por conta das atribuições que nos são impostas por um trabalho, ou um estudo ou até mesmo uma familia. Eu mesmo sou um exemplo disso:

Minha namorada gosta de plantas. Gosta tanto que tem um jardim, que para mim, nos primeiros dias, apenas servia para trazer moscas e não nos deixar dormir e janela aberta. Mas ao longo do tempo, começei a perceber que as plantas possuem um aroma diferente de acordo com um determinado momento do dia, que os passáros se sentem mais seguros de pousar e assim podemos contemplar sua formosura e o seu voo, entre outras coisas.


Por isso que volto a ressaltar a importancia de se viver de momentos e não querer dias perfeitos, e mesmo quando um dia, ou um momento, for apenas "normal" valorize-o. E tenha certeza de que se hoje nada de novo aconteceu, ainda teremos mais dias e dias para apreciar a pequenez das substancias que nos cercam.

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Nota: Cancelamento de Orkut

Pois bem, sei que algumas pessoas notaram, e outras, foram apenas comunicadas de forma arbitrária quanto a minha ultima atitude. Gostaria de confirmar a veracidade da informação e dizer que sim, cancelei meu perfil virtual no site de relacionamentos Orkut.

Visto que preciso aumentar a carga de estudos acadêmicos, e que o simples ato de entrar no site, responder os recados, interagir nas comunidades de meu apreço, buscar pessoas que não estão em minha linha de visão, já custa um valioso tempo que poderia estar gastando de uma melhor forma.
Pois bem, já faz um tempo que já tenho visto os ideais do Orkut sendo deturpados por pessoas e coisas impostas a ele. Alguém por acaso sabe qual era a proposta inicial do Orkut? Tenho certeza de que muitos titubearão nesta resposta.

Sim o Orkut é uma ótima ferramenta de comunicação, em que se agiliza o contato e lhe traz grandes conexões e contribuições para seu ego ? Sim, ela é, mas pense bem, será que o ato de ler um jornal, um livro, adquirir conhecimento de alguma outra forma não manipulativa, é mais importante do que saber das novas tendências ou então das contribuições errôneas para o aumento do analfabetismo funcional ou até mesmo dos erros grosseiros de grafia e concordância?

Não digo que não erro, visto que, se vocês observarem este espaço, ele está repleto de erros de concordância, regência e ortografia, mas será que alguém aqui já viu um "agradesso" em algum post passado?

Com isso, quero deixar claro que esta atitude tomada não possui nenhum tipo de influência senão as influencias acadêmicas que a responsabilidade e aquisição de conhecimento têm exigido de mim. Continuarei com o Blog, até porque ele é menos "agreçivu" do que o Orkut.

Deixo meus contatos para quem quiser continuar se comunicando comigo:
Email: guilhermeflima@oi.com.br
Tel.: (21) 9257-1653
E é isso, sem maiores explicações... Pelo menos por enquanto.
Guilherme Fernandes

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

E.G.O.I.S.M.O. a nova essência do ser

Cada vez mais nos apresentamos como seres mais egoístas que o próprio egoísmo. Temos nos tornado frutos de nossas vontades e hoje, contabilizamos desejos e aspirações, colocando sentimentos como AMOR, AMIZADE e AFETO em segundo plano.

Quem nunca escutou aquela frase: "Fulano não gosta de perder nada para ninguém!”.

E realmente é verdade: Um vencimento financeiro superior á quatro dígitos está se tornando muito mais importante do que as premissas básicas como respeito e honestidade.

Hoje o ser humano se une em laços matrimoniais por simples conveniência e interesse, não por amor. Firmamos laços de amizade no "Ter" e não mais em afinidades, como antes. Que saudade de pedir para que um amigo me pagasse um café e não ser fuzilado por um olhar de "pão durismo".

O radicalismo entre as polaridades tem deixado meus [poucos] cabelos em pé. Ou você tem, ou você é um nada... Não existe mais o "poder ser alguma coisa"

Com salários cada vez mais baixos, o ser humano vem se encontrando desestimulado em estudar, em viver honestamente. Enfim, lhe abrem precedentes para um mundo paralelo em que tudo errado é mais fácil e benéfico. Veja bem, não estou defendendo e nem me posicionando de nenhum lado, mas, em alguns casos, a única opção [salvação] pode ser essa [me critiquem hipócritas!].

A subjetividade tem se tornado peça-chave para se viver tranquilamente neste mundo. Paradoxal, mas é a mais pura verdade. "Egoísmo para se viver em sociedade" Quem diria...

Não se ajuda mais ninguém se entre os interesses não estiver os $$$. Nada mais funciona sem dinheiro. O Dinheiro tem movido tudo hoje.

Sei que deve estar pensando o seguinte: "Deixa de ser ingênuo, sabes que o dinheiro controla o mundo e tudo dentro dele”.

Infelizmente sei, mas não concordo!

RESPEITO
AFETO
EMPATIA
ALTRUISMO
AMOR
HONESTIDADE
COMPANHEIRISMO.

Será que tudo isso pode ser trocado [comprado] por alguns pedaços de papel com marcas d'água e fotos de animais em extinção ?

Continuando assim, logo teremos nossa foto no verso de alguma delas...

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Mudança do mesmo plano.

Confesso que tinha muitas coisas que gostaria de escrever neste momento, mas, na ultima semana um vagão de meu trem descarrilhou. Nada de grandes alardes, nem perdas emocionais ou nem mesmo tombos daqueles que levamos constantemente em nossas vidas. Só mesmo uma expectativa devidamente frustrada.

Nas primeiras horas pós frustração minha cabeça era um turbilhão de pensamentos negativos, não posso esconder. Tinha várias soluções para um mesmo problema, só que, óbvio, todas estas soluções seriam acarretadas de perdas em outras áreas. Nesse momento você pensa, tenta encontrar as respostas, procura não se desesperar e quando acha que está conseguindo: Mais um ato de loucura é pensado por essa sua humilde cabecinha.

Logo, tento parar de pensar... Consigo. O momento agora não é mais de desespero, e sim de traçar novos objetivos para que o plano final não desande.
E tenha certeza de que nada mudou. Desde sábado as mudanças aconteceram, e para melhor, tenham certeza.

No mais só isso, sem desistir, sem esmorecer... Às vezes coisas acontecem, mas, elas sempre irão acontecer.